Lestat O melhor vampiro de todos os Tempos

01 dezembro Lila Martins 5 Comentarios

Stuart Townsend - Lestat de "A Rainha  dos Condenados" 2002

 Tom Cruise - Lestat de "Entrevista com o Vampiro" 1994
Para aqueles que não o conhecem deixarei que ele mesmo se apresente.
"Sou o vampiro Lestat. Sou imortal. Mais ou menos. A luz do sol, o calor constante de um fogo intenso - essas coisas poderiam destruir-me. Mas, por outro lado, talvez não.
Tenho um metro e oitenta de altura, o que causava forte impressão nos idos de 1780 quando eu era um jovem mortal. Agora, não é nada de mais. Tenho cabelos louros e cheios que quase chegam aos ombros, mais para ondulados, que parecem brancos sob luz fluorescente. Meus olhos são de cor cinza, mas absorvem facilmente as cores azul ou violeta das superfícies a seu redor. E tenho nariz bem perfeito e estreito, uma boca bem desenhada, só que um pouco grande demais para meu rosto. Parece muito cruel ou extremamente generosa minha boca. Mas sempre parece sensual. Emoções e propósitos estão sempre refletidos em toda minha expressão. Tenho um rosto que está sempre animado.
Minha natureza de vampiro revela-se na pele muito branca e reflexiva ao extremo, que precisa de pó-de-arroz para câmeras de qualquer tipo.
E se estou com grande necessidade de sangue, pareço um perfeito horror - pele murcha, veias que parecem cordas sobre os contornos de meus ossos. Mas não deixo isso acontecer agora. E a única indicação consistente de que não sou humano são minhas unhas. É a mesma coisa com todos os vampiros. Nossas unhas parecem vidro. E algumas pessoas notam isso quando não notam alguma outra coisa." -
Trecho da 1ª página do livro - O Vampiro Lestat - Anne Rice 1941 traduzido para o português em 1999.
 Como é possível perceber, Lestat é um vampiro interessante, ele tem um charme especial e confesso que foi o primeiro vampiro (tirando o Drácula) que conheci, acabei de ler o livro " O vampiro Lestat", ao qual fiz a citação acima, este ano, porém conheço o Lestat há pelo menos 7 anos, quando assisti o filme "A Rainha dos Condenados" que mescla as história do livro de mesmo nome com a do "O vampiro Lestat". Confesso que hoje que tive a oportunidade de conhecer o livro de Anne Rice, o filme ficou um pouco sem sentido, eles fizeram muitas adaptações e excluíram personagens importantes da história, mas mesmo assim gosto do filme porque o ator Stuart Townsend (o mesmo que fez o Dorian Gray em "A liga extraordinária") é a perfeita materialização do Lestat, ele tem a expressão sínica que o livro descreve e te envolve brilhantemente na história, foi certamente o casamento perfeito. Lógico sem desmerecer o brilhante trabalho de  Tom Cruise  em "Entrevista com o vampiro" em 1994, foi um filme igualmente bom, conta com um elenco de peso e é um clássico, assisti faz muitos anos e me lembro pouco do filme em si, mas como li o livro há cerca de 2 anos atrás tenho uma visão geral do enredo que particularmente eu acho muito bacana, principalmente pela Cláudia, uma vampirinha, que foi transformada aos 4 anos (se me recordo bem) e se tornou depois de anos uma mulher madura em corpo infantil, é interessante, um pouco sombrio e até mesmo inescrupuloso, mas é ficou bom mesmo. 
Bom vamos falar um pouco da história do Lestat, conforme mencionado ele viveu por volta de 1780, tinha 20 anos quando foi transformado, morava em Auvergne, na França, era um caçador, tinha uma bela linhagem de cães que o acompanhavam em suas caçadas e em uma em particular matou uma alcateia de 8 lobos. Quando criança estudou em uma escola num mosteiro e quis inclusive ser encerrado no mosteiro e se tornar um monge, mas seu pai não  permitiu, depois disso ganhou seu primeiro cão e assim começou a caçar. Fez um novo amigo violinista e fugiu com ele para a Paris a procura de seguir um sonho antigo de ser ator e foi em Paris que Magnus o encontrou e o transformou, desde então começam suas aventuras, que floreiam praticamente todas as edições das crônicas vampirescas (aqui). Ele é interessante porque é um ser sem precedentes, enquanto os vampiros provém de lendas sobre ter medo de igrejas e artigos religiosos, Lestat preserva sua antiga devoção ao divino, ele em várias ocasiões frequenta igrejas, faz orações a Deus e aos santos, é bastante lúdica a experiência com os vampiros de Anne Rice ela te priva de todas as convenções comuns, faz alusões a maldades extremas e atos de bondade igualmente extremos, trabalha a tênue linha do bem e do mal com uma maestria especial, seus livros tem apenas um ponto ruim na minha opinião, são pesados, apesar desta mescla interessante o lado sombrio prevalece e o  livro se torna pesado para leitura, é gostoso de ler, a fluidez das palavras é incrível a leitura jorra com facilidade, mas depois que você pára sente-se cansado pelo peso das coisas descritas ali. Dos livros que li na vida estes foram os mais densos, das crônicas vampirescas li apenas os 2 primeiros "A entrevista com o Vampiro" e "O vampiro Lestat" ambos incríveis, ambos cheios de quebras de paradigma, porque contam histórias de seres que já morreram para a vida mortal, que são imortais sem as regras de conduta humanas, são seres desprovidos de convenções terrenas, mas que são igualmente desprovidos de uma doutrina imortal, é interessante ler, ou pra quem não gosta assistir os filmes baseados nos livros ("A Rainha dos Condenados" e "Entrevista com o Vampiro").

Espero que tenham se interessado pelo Lestat, no meu conceito ele é melhor até mesmo que o Drácula, está para nascer ainda um vampiro mais interessante que o Lestat, com todas as suas nuances e todas as suas peculiaridades.

5 comentários:

  1. Uau! Nossa que vontade de conhecer esse magnifico Lestat, já vi os filmes, mas os livros ainda não li. Com certeza já estou colocando na minha lista pro ano que vem.
    Mas Lilá eu deveria começar pelo Entrevista com o vampiro ou pelo Lestat?

    Beijocas da Mi!
    www.nadasimples.com.br

    ResponderExcluir
  2. Então Mi pela ordem das crônicas vampirescas Entrevista vem primeiro, mesmo porque no livro do Lestat é mencionado o Entrevista com o Vampiro eu tenho 11 livros da Anne Rice 9 das crônicas e A Hora das Bruxas I e II comprei no submarino paguei 100 reais os 11 *-* foi uma das melhores aquisições da minha vida leia mesmo tu vais gostar muito!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Olha, estou aqui boba com seu texto.
    Concordo com tudo que escreveu.
    Eu também adoro o Lestat, acho incrível a história dele, e por muito pouco não chego a pensar também que ele é melhor que o Drácula. Não sei dizer o que faz do Lestat tão diferente, talvez aquela peculiaridade, tão chamativo, ele é tão interessante, a Anne Rice tem aquele talento incrível que nos transporta para a história e nos faz quase que acreditar nos seus livros.
    Eu também só o segundo das crônicas vampirescas infelizmente.
    Os filmes Entrevista com o vampiro e a Rainha dos Condenados, estão na minha lista de melhores filmes da vida, em especial esse primeiro.
    É realmente fantástico, amei demais o texto!
    Beijos!

    Não deixe de conhecer meu blog!
    http://zuttokawaii.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brigada Gabi *-* ele é perfeito eu vi os filmes antes de ler os livros e já tinha me apaixonado, mas depois que li... Gente ele se tornou meu xodó... AMO O LESTAT x-)

      Excluir