Gregory e Camilly I

26 dezembro Lila Martins 0 Comentarios

John Kriwat havia reencontrado um grande amigo de faculdade Benjamin 
Stippe. Benjamin procurava emprego pois tinha sua esposa Carolyne e seu filho Franci de apenas 3 anos. Como precisava de um auxiliar e confiava muito no amigo 
John ofereceu um emprego a ele e lhe deu a ele uma casa perto da sua mansão.
Carolyne esposa de Benjamin e Victória esposa de John se tornaram grandes amigas. Victória estava grávida de oito meses de uma menina que se chamaria Karen, pois já tinha Gregory que estava com nove anos. 
Quando Carolyne conseguiu um emprego alguns meses depois da mudança deixava Franci com Gregory na mansão dos Kriwat, pois ambos se davam bem. Um ano depois nasceu Camylly filha de Carolyne e Benjamin no dia do aniversário de 10 anos de Gregory. Ele de pronto se encantou com a pequena Camilly era muito talentoso com bebês pois tinha aprendido a cuidar de sua irmanzinha. Fazia tudo por ela dava banho, comida, fazia dormir e muitas vezes ela dormia somente quando ele estava por perto e depois não queria mais voltar pra casa. 
Sua 1º palavrinha foi "Gueg" já que Gregory já era o ídolo daquela garotinha 
linda com aqueles lindos olhinhos que os fitavam com um carinho 
tremendo. O tempo foi passando e os quatro (Camylly, Gregory, Franci e Karen) 
já estavam crescidos, Franci já estava com 18 anos Karen com 15, Gregory com 
24 e Camylly com 14. Franci e Karen começaram a namorar pois acabaram por se 
apaixonar após tantos anos de convivência. Gregory resolveu seguir o conselho 
de seu pai em se casar para ter maior estabilidade e resolveu finalmente pedir 
Helen Lars uma modelo de renome, com quem vinha saindo há alguns meses, em 
casamento, O que deixou Camylly arrasada, pois sabia estar perdendo seu único 
amigo e de certa forma o homem que amava desde que se conhecia por gente. Sim depois de tantos anos juntos e do zelo e carinho com o qual Gregory a tratava Camilly começou a nutrir um amor secreto por ele. 
Faltavam apenas alguns dias para o casamento quando Gregory por acaso 
descobriu que Helen vinha mantendo um caso com seu primo em segundo grau 
Gian Glade. Gregory terminou o noivado e se trancou em seu quarto por uma 
semana planejando seus próximos passos. A unica pessoa que ele deixava entrar era 
Camylly por que sempre lhe fazia bem olhar para aquela jovenzinha linda que ele 
praticamente criara. Um belo dia quando entrou no quarto de Gregory, Camylly 
percebeu q ele estava muito pensativo e perguntou: 
 -Greg... O que está pensando? 
 - Acho que vou embora daqui minha linda! 
Camylly ficou horrorizada correu para os braços dele o abraçou forte e 
começou a chorar e soluçar. 
 -Mas você não pode ir... - dizia ela entre as lagrimas e os soluços desconsolados. 
Então ele segurou seu queixo e a fez olhar em seus olhos, mas não esperava ver o que havia neles, não era somente tristeza por perder alguém querido, o que Greg 
viu naqueles olhos era Amor... O mais doce e sincero de todos os sentimentos 
viu naqueles olhos lindos daquela princesinha que adorava como se fosse uma 
parte dele um amor que ele nunca percebera.  
  -Oh minha linda! Por favor não me faça sentir culpado! Eu não quero deixá-la, 
mas eu preciso reerguer minha vida e meu trabalho o que houve me deixou 
abalado eu juro para você que eu volto assim que tudo estiver bem.- disse ele sentindo que estava conseguindo acalmá-la como de costume. 
  - Promete?- perguntou ela com voz tremida devido os soluços e as lágrimas que 
aos poucos iam diminuindo. 
  -Eu juro minha linda! -disse ele já quase chorando também - Vamos combinar o 
seguinte- ele pegou sua mão direita virou a palma para cima e a beijou com toda 
ternura que tinha por ela e disse - Agora feche bem esta mão e 
cuide para nunca perder este beijo! No dia que eu voltar juro que vou dá-lo a você 
como vc merece entendeu? 
  -S-Sim - disse ele ainda com voz chorosa. 
 Então ele a abraçou e começou a balançar ela lentamente sentada em seu colo, 
tinha 14 anos mas ainda parecia a garotinha que ele embalava para dormir quando tinha pesadelos. Aos poucos ela foi fechando os olhos, se acalmando e adormeceu 
mais uma vez nos braços que sempre a acolhiam nos momentos mais 
difíceis. Ele a pegou no colo adormecida e a levou para o quarto dela onde 
aconchegou-a debaixo dos lençóis, deu-lhe um beijo na testa e saiu com olhar 
pesaroso e lágrimas nos olhos. 
Naquela noite Gregory mal conseguiu dormir pensando e chegou a conclusão que 
seria melhor se afastar para repensar sua vida e para que Camylly pudesse se desprender um pouco dele talvez assim ela acabasse por se relacionar com pessoas da sua idade e esquecesse aquilo que sentia por ele.  
Naquela noite Gregory desceu para jantar e deu a notícia as duas famílias.Todos 
ficaram muito tristes principalmente Camylly. Uma semana depois ele embarcou no avião para os Inglaterra deixando Camylly com lágrimas nos olhos.

Gostou? Ótimo porque terá continuação!

Aguarde...



0 Comentários: