Não nos pertence...

26 outubro Lila Martins 0 Comentarios


Não é possível aprisionar um sonho, engarrafar sentimentos ou sufocar ideias, é um fato muito interessante que as pessoas brilhantes nunca poderão ser caladas ou censuradas. Não se desiste de sonhos, você os realiza e depois deixa a vida seguir seu curso, você galga degraus e se sente realizado, não por chegar ao topo, mas por saber que você foi capaz de perseverar no processo. Somos tão simples para nos apegarmos a coisas fúteis, triviais, as maiores grandezas estão presentes nos prazeres mais humildes, feliz de quem pode abraçar uma causa nobre e saber o momento certo para desapegar-se, nada neste mundo é seu a não ser a sua essência, neste trajeto chamado vida, somos nada mais que personagens, não somos donos do mundo. Aquele que aprende que a simplicidade é a melhor forma de viver, aprende a ver a beleza em qualquer coisa, por mais banal que seja, consegue observar a vida imitando a arte e consegue ver as cores e texturas, presentes no dia mais nebuloso e chato. Somos mais que apenas seres humanos, somos os detentores das coisas mais lindas e deveríamos ser também apreciadores e defensores delas. Porém, esta ainda é uma iniciativa de poucos, sejamos mais despojados menos arrogantes e saibamos com critério, que o que nos foi dado não se pode jamais, ser mensurado em valores, porque é infinito e raro e, acima de tudo, bem comum.



         Texto de               



0 Comentários: